(011) 4990-0366 / 4990-0168

info@apmsantoandre.org.br

Idosos durante a pandemia: fragilidades e cuidados

Após a exposição dos convidados, será aberta a sessão de perguntas on-line

Segunda, 15 de junho de 2020


Os idosos estão entre os grupos mais afetados pela pandemia. A dificuldade não é apenas em relação ao contágio e desenvolvimento da doença – que por si só já são agravantes –, mas também à fragilidade desses indivíduos, ao acúmulo de enfermidades, à combinação de medicamentos e à limitação social e física. Frente a este cenário, a Associação Paulista de Medicina (APM) realizará, em 17 de junho, às 19h30, o Webinar “O Idoso em Tempos de COVID-19”.

Luiz Eugênio Garcez Leme, moderador do debate, destaca: “A discussão de geriatras inseridos diretamente no cuidado aos idosos no que hoje é a maior estrutura de atenção e urgência ao coronavírus na América Latina é importante para fornecer informações valiosas aos profissionais de Saúde e ao público”.

Além dele, que é professor do Departamento de Ortopedia e Traumatologia e do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), os palestrantes serão José Renato Amaral, coordenador do Curso de Educação Continuada em Geriatria e Atualização em Geriatria; e Naira Hojaij, médica assistente do Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas. Ambos também da FMUSP.

O Webinar irá abordar os aspectos epidemiológicos do isolamento nos idosos, suporte social, características e manifestações da doença, bases de tratamento e cuidados necessários e expectativa do acompanhamento e da reabilitação dos egressos. Médicos, profissionais da Saúde e toda a comunidade interessada no assunto estão convidados a participar.

“Trarei o desenvolvimento da COVID-19 no idoso: diagnóstico, estudos que foram feitos até o momento, tratamentos disponíveis, fisiopatologia e outros pontos das repercussões patológicas”, explica Amaral, que promete trazer à luz o porquê da virose ser tão prejudicial a esse grupo.

Naira acrescenta à discussão os aspectos sobre inflamação crônica e consequências nos idosos que sobrevivem, bem como as questões éticas relacionadas a critérios de internação em UTI, entubação, entre outros. “Esse grupo possui resposta imunológica diferenciada e é naturalmente mais frágil ao lidar com a doença. Não à toa, a mortalidade por COVID-19 na terceira idade é de 60% ou mais”, pontua.

Após a exposição dos convidados, será aberta a sessão de perguntas on-line.

Data: 17 de junho
Horário: 19h30

Acesse: https://www.youtube.com/channel/UCYgiVetpNPjZckCNNSQeM0w

 

« voltar