(011) 4990-0366 / 4990-0168

info@apmsantoandre.org.br

Informações: 0800 200 4200 ou central.relacionamento@apm.org.br

Segunda, 07 de junho de 2021


Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2018, mostra que o País registrava à época a marca de 10,3 milhões de pessoas passando fome. Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o número aumenta cada vez mais. Segundo dados divulgados no início de abril pela Rede Penssan, mais da metade dos brasileiros convive com alguma insegurança alimentar.

Tendo em vista todo esse cenário de dificuldades sociais, a Associação Paulista de Medicina (APM) lançou, em 25 de maio, Campanha de Arrecadação de Alimentos, Agasalhos e Cobertores. A iniciativa é de caráter exclusivamente solidário: sem fins lucrativos, políticos ou religiosos.

Os responsáveis e idealizadores são José Luiz Gomes do Amaral, presidente da APM, Jorge Carlos Machado Curi e Vera Lúcia Nocchi Cardim, diretores de Responsabilidade Social da Associação. A meta é arrecadar e distribuir o máximo de alimentos não perecíveis, agasalhos e cobertores às entidades assistenciais selecionadas pela comissão da Campanha, que durará até vencermos a pandemia.

“Tradicionalmente, os brasileiros são solidários. Estudos mostram que, neste momento, cresce o contingente de pessoas envolvidas em trabalhos voluntários. A doação de alimentos vem merecendo boa resposta dos cidadãos e diversas instituições têm investido em campanhas e programas do gênero”, comenta Jorge Carlos Machado Curi.

“A Associação Paulista de Medicina sempre teve esse cuidado com o próximo. Onde necessitam, estamos juntos. Fomos ao Haiti e ajudamos vítimas do Tsunami que devastou a costa de oito países no Oceano Índico: Sri-Lanka, Indonésia, Tailândia, Maldivas, Índia, Bangladesh, Miamar e Malásia. Agora, mais do que nunca, nosso olhar é para o Brasil. Juntos aumentamos nosso poderio para enfrentar a crise e superá-la”, destaca José Luiz Gomes do Amaral.

Vale lembrar que a chegada de julho é prenúncio de uma cidade de São Paulo com temperaturas bem mais baixas. Assim, além de alimentos, são indispensáveis doações de agasalhos e cobertores. “O desenvolvimento de um País também se dimensiona pela generosidade de seu povo. Todos devemos fazer nossa parte, cada um dentro do seu alcance”, finaliza Curi.

A arrecadação pode ser feita de 2ª a 6ª feira, das 10h às 17h, à Rua Francisca Miquelina, 67 (sede da APM/estacionamento). Mais informações sobre a campanha e doações podem ser obtidas pelo telefone 0800 200 4200 ou pelo e-mail central.relacionamento@apm.org.br.

Por: APM (texto e imagem)

 

« voltar